Tag Archives: Journal

Choices and quotes

One of the great mistakes in quotes is that we build our own future and that we are the result of our choices. Is it so? In many cases yes but in others I don’t think so. Imagine that you fall in love with person A and that that person doesn’t love you or already has someone else. You can’t choose who you fall in love with or that you will not be in love with that person anymore. Through my entire life I met people telling me “I married my partner but he/she is not the love of my life. When I see my love I feel an electricity shock going all over me.”

For me the best example is that when I was young I wanted to be a jetliner pilot. I wanted to transport people across the World, I wanted to fly and to be free. With time I had to realize that sciences and myself just don’t go along and that my talents are in speaking foreign languages. I could choose to keep on trying and trying or to divert my efforts into another direction. I did that but flying is still my dream. It’s a dream that will never come true.

A few years ago I was able to fly a Cessna just for a few seconds and I will never forget the great sensation I felt. I had to accept the fact that I will never fly people to other countries but the taste got me, even if for just a few seconds.

Advertisements

A thought about love

They say that love conquers anything but I don’t agree. There are people in this World to whom you give all the love you have and they still take pleasure to spit on you. This is a sad fact. So, as someone once wisely said “leave the pigs in the mud”. In all these situations we should learn to “let go”. This is a lesson that took me a long time to understand its meaning. I heard it for the first time in 1998 and I didn’t understand it but now I do. Leave what you can’t change and be happy.

Se tu precisas de insistir muito com alguém, é porque essa pessoa não precisa de ti

Eu não vou insistir para tu gostares de mim. Talvez isso soe como uma ameaça, mas não é. É mais como uma bandeira branca. Cansei-me de relacionamentos competitivos, de jogos de interesse, do orgulho ferido. Não concordo que demonstrar o que se sente é sinal de fraqueza. Se eu não despertar em ti o “gostar” naturalmente, então, talvez um de nós não mereça o outro assim tanto.

É claro que já estive do outro lado, o da insistência. Moldava-me aos gostos do outro, adaptava-me à rotina, aos amigos, e até reprimia alguns palavrões na sua frente. Eu achava que isso era fazer tudo certinho, mas na verdade, aos poucos deixava de ser eu para me disfarçar de pessoa perfeita. Acontece que perfeição é utopia, o que define cada um de nós e o que compõe uma relação é o equilíbrio dos defeitos, e não fingir que eles não existem. Como ser humano que sou, eu erro, talvez me arrependa e talvez não. Mas, sobretudo, aprendi a perdoar erros, então tudo bem se formos fracassar, dentro de mim transborda esperança para um recomeço.

Eu prezo pela autenticidade. Se tu tiveres vontade de me ligar de madrugada, liga. Se te sentires inseguro, conversa comigo. Não te contenhas perto de mim, não te esforces para engolir os teus sentimentos. Ninguém está a contabilizar os pontos, a verdade é essa. Tu não cas por cima quando implicas comigo, não me iludes quando me elogias, não me fazes sentir mal se não me ligas no dia seguinte. Eu não preciso da tua aprovação para me sentir bem comigo.

Eu não vou insistir para tu gostares de mim. Tu precisas aceitar que nem tudo poderá ser mudado. Precisas aceitar-me como sou, se me quiseres. Essa pessoa prontinha, feita de propósito para ti, não existe. Por isso, ca ao lado de alguém que desperte o melhor em ti e uma verdadeira transformação vai acontecer. Isso se chama afnidade. No m das contas, cada um sabe dentro de si até que ponto está disposto a ser o grande amor da vida de alguém.

Autor desconhecido

Fonte: Blog Já Foi

How we felt when we left the mormon cult

It took me sometime to find a video that describes most correctly the way my wife and I felt when we were leaving the mormon church. What this couple went through is so much alike with our experience! I dedicate this video to all those who want to leave and yet are afraid of taking that step. Don’t be afrais because you are not alone and there are many of us here willing to help you.